Papa Francisco chega ao Chile


Publicado em 16 Janeiro de 2018
Compartilhe:      

Papa Francisco chega ao Chile

Após 15 horas de voo e quase 12 mil quilômetros percorridos, o Papa Francisco chegou ao Aeroporto Internacional de Santiago do Chile. O Núncio Apostólico Dom Ivo Sacapolo e o Chefe do Protocolo subiram à bordo do avião para saudar o Pontífice.

Ao desembarcar, foi saudado pela Presidente Michelle Bachelet e alguns metros em frente pelo cardeal Ricardo Ezzati Andrello S.D.B, arcebispo de Santiago, e por Dom Santiago silva Retamales, presidente da Conferência Episcopal do Chile.

Crianças, vestindo hábitos tradicionais, ofereceram flores ao Papa. Presentes no aeroporto, autoridades políticas e civis, alguns bispos chilenos e um grupo de fiéis. Não foram proferidos discursos. Uma pequena orquestra tocou para o Papa, que saudou uma pequena cantora após a apresentação.

Do Aeroporto o Papa Francisco transferi-se para a Nunciatura Apostólica de Santiago, distante 24 km. Mas antes, o Papa Francisco fez uma parada na Paróquia San Luis Beltran, de Pudahuel, onde rezou diante do túmulo de Dom Alvear, morto em 1982, e conhecido como o “Bispo dos pobres”, pelo seu extraordinário trabalho com os mais necessitados.

Da paróquia o Papa seguiu no mesmo carro até o cruzamento entre Calle Bresil e Avenida Libertador Bernardo O’Higgins, onde subiu no papamóvel, para percorrer uma das principais ruas de Santiago, até chegar à sede da Nunciatura, cuja atual localização remonta ao ano de 1969, quando foi transferida por desejo do Papa Paulo VI, que nomeou como Núncio o então Arcebispo de Merida Antigua, Dom Sótero Sanz de Villalba, conhecido teólogo. Ao seu nome foi intitulada a rua, antigamente chamada de Montolín

O Papa foi recebido com festa na Nunciatura. Saudou e abençoou fiéis antes de se recolher.

(Texto: Vatican News)

Dados da Igreja

Professor Fernando Altemeyer Junior, do Departamento de Ciência a Religião da PUC-SP, enviou para assessoria de imprensa da CNBB dados atualizados da Igreja no Chile.

Chile

Território: 656.950 quilômetros quadrados.

Línguas oficiais: espanhol e idiomas nacionais indígenas.

Atualmente 17.403.000 habitantes, dos quais 12.883.000 católicos, ou seja, 74 % da população, segundo estatísticas publicadas pela Santa Sé. O Pew Research Center mostra um índice de 64% no ano 2014. Há 27 circunscrições eclesiásticas, sendo 5 arquidioceses ou sedes metropolitanas, 19 dioceses, 1 prelazia territorial, 1 vicariato apostólico e 1 ordinariato militar. Existem 954 paróquias, 4.068 centros de atendimento pastoral.

São 52 bispos chilenos vivos em 15/12/2017: 3 cardeais arcebispos, 1 núncio apostólico, 4 arcebispos, 5 arcebispos eméritos, 19 bispos diocesanos, 6 bispos auxiliares, 1 prelado na ativa, 1 vigário apostólico, e 12 bispos eméritos.

Trabalham no país como agentes da pastoral: 2.415 sacerdotes (1.182 do clero secular e 1.233 do clero religioso ou regular), 1.029 diáconos permanentes, 476 membros dos institutos seculares, 1.611 missionários leigos, 384 irmãos, 659 seminaristas maiores, 4.303 religiosas consagradas, 46.282 catequistas. Batizados em 2012 foram 131.995 novos membros.

Os irmãos protestantes, de igrejas da Reforma e anglicanos, segundo o PEW Research Center são 17%, os sem religião 16 %, e há 3 % de outros credos religiosos que incluem judeus, muçulmanos, testemunhas de Jeová e tradições indígenas.

Os primórdios da evangelização remontam a uma primeira paróquia datada de 1547. A primeira diocese Santiago de Chile foi erigida em 27/06/1561. Foi indicado como primeiro bispo Mons. Rodrigo González de Marmolejo (27/06/1561 – faleceu em 09/10/1564).

27 Circunscrições eclesiásticas católicas no Chile:
1. Antofagasta (Arquidiocese)
2. Aysén (Vicariato Apostólico)
3. Chile, Militar (Ordinariato Militar)
4. Chillán (Diocese)
5. Concepción (Santissima Concezione) (Arquidiocese)
6. Copiapó (Diocese)
7. Illapel (Prelazia Territorial)
8. Iquique (Diocese)
9. La Serena (Arquidiocese)
10. Linares (Diocese)
11. Melipilla (Diocese)
12. Osorno (Diocese)
13. Puerto Montt (Arquidiocese)
14. Punta Arenas (Diocese)
15. Rancagua (Diocese)
16. San Bernardo (Diocese)
17. San Carlos de Ancud (Diocese)
18. San Felipe (Diocese)
19. San Juan Bautista de Calama (Diocese)
20. San Marcos de Arica (Diocese)
21. Santa Maria de Los Angeles (Diocese)
22. Santiago de Chile (Arquidiocese)
23. Talca (Diocese)
24. Temuco (Diocese)
25. Valdivia (Diocese)
26. Valparaíso (Diocese)
27. Villarrica (Diocese)
Vacantes: Valdívia.


Fonte: CNBB